domingo, 4 de outubro de 2009

TUÔLA, O MELHOR PRESIDENTE DE CLUBE QUE ALVINÓPOLIS JÁ TEVE

Este encostado no prédio é o Tuôla

... A Discoteka do Industrial ia muito bem. Naquele tempo, a Cia havia decidido investir forte e o clube ia de vento em popa. Mas do outro lado da cidade, o pessoal do Alvinopolense suportava calado a supremacia financeira do oponente tradicional. Nunca o "pôka rôpa" havia sido tão humilhado. Foi desse cenário que surgiu o maior presidente de clube que Alvinópolis já teve: o grande Tuôla. Impressionante como ele lotava os bailes no Alvinopolense apenas no boca-a-boca. Naquela época não havia rádio, nem internet, nem nada. A parada era resolvida era no gogó mesmo, no gogó incansável do nosso kojac, aquela figura fantástica, doce com quem gostava, duro com quem o atacava. Ele era folclórico também. Nessa época da Discoteka do industrial, ele resolveu que tambéi iria montar uma discoteca no Alvinopolense, pois o AFC era um clube bem melhor e mais estrurado. Me perguntou o que precisava comprar em termos de equipamento e fui listando pra ele: Olha Tuôla, você vai ter de comprar um PA completo, com caixas, microfones, twitter, etc. Daí a dois dias ele me encontrou na rua e quase me forçou a entrar no clube falando;- Olha alí. Já montamos a discoteca, comprei tudo que você falou, inclusive as tais de cuicas. Expliquei pra ele que eram twitters e não cuicas, mas ele fez que não ouviu e continuou falando cuica. No fundo, acho que se divertia com a situação. Interessante também era observá-lo na entrada do clube. Ele ficava recebendo ingressos, mas muitas vezes botava a gente pra dentro, ao perceber que não tínhamos mesmo dinheiro pra pagar. No final, a gente animava os bailes e percebi que a juventude que ele deixava entrar de graça, principalmente as meninas, atraiam grande parcela do público que frequentava o clube. Uma sabedoria que lhe valeu um clube cheio na maioria dos eventos que fazia. Tuôla ainda tinha o lado da paixão com o futebol, aliás, com tudo que envolvesse o bom e velho AFC. Aquela derrota de 4x0 para o industrial ficou entalada muito tempo na garganta dos torcedores alvinegros. Até que brilhou a estrêla e a careca do Tuôla. Naquele fatídico clássico, tudo pesava a favor do AFC. Ah...tenho de observar que as vezes usava de métodos radicais. Certa vez, dizem que mandou colocar formiga saúva no lugar em que a torcida adversária iria ficar. Mas voltando ao clássico, Tuôla havia montado uma seleção regional com jogadores de ponta que já haviam jogado até muito bem contra Atlético e Cruzeiro. Antes do jogo, muita catimba. Houve até ameaça de morte contra um dos jogadores, conhecido como Linguêta. Tuôla arrumou um bode e pintou AFC nas suas costas. Não sei se fazia parte de algum ritual, só sei que deu Certo. O Alvinopense ganhou de 3x1 com direito a show de bola. O pouca roupa estava vingado. Ainda prossegui na amizade com Tuôla. Participei de alguns carnavais com ele. Num ano, ele criou uma escola de samba e fiz o samba enredo, com muito orgulho. Depois o clube começou sua decadência, Tuôla também começou a se desencantar com a falta de apoio e insinuações de que estaria se apropriando do patrimônio do clube. Isso o deixava muito chateado, afinal, estava sendo questionado o amor incondicional que ele tinha pelo clube. Meu ultimo case com Tuôla, também aconteceu de maneira curiosa. Ele me ligou, pedindo para olhar preço , pois desejava fazer um video contando sua trajetória no Alvinopolense. Prometi que olharia e retornaria. Depois de algum tempo liguei de volta e ele não atendeu. Dei um tempo e liguei de novo, mas também não atendeu. Resolvi dar um tempo. Quando foi à noite liguei de novo e nada...Foi então que resolvi deixar um recado na secretária eletrônica e assim o fiz. Deixei recado dizendo que estaria à disposição para produzirmos o tal vídeo e passando idéias de valores também. No outro dia, pela manhã, uma ligação comunicando: Tuôla faleceu! Na hora não acreditei. Perguntei de novo: Quem faleceu? Uai, foi Tuôla. Faleceu ontem. Fiquei muito triste naquela hora. Ao mesmo tempo fiquei pensando: meu Deus, então eu deixei recado na secretária para um morto? Não tem problema. Que ele receba nossas homenagens onde ele estiver. Após sua ida, o Alvinopolense teve alguns dirigentes também apaixonados e dedicados, mas nenhum com a sua carga de amor. Pedimos a Deus que nos mande novos dirigentes de clube, pelo menos com um terço da ousadia e da disposição do Tuôla.

4 comentários:

Ione Maria disse...

Realmente, meu amigo Marcos tem razão, Tuôla foi o melhor presidente que o Alvinopolense já teve.

luiz disse...

Marcos, lhe parabenizo pelo artigo sobre o grande amigo Tuôla. Este tinha um grande amor na vida, o AFC,deixava de lado os teus afazeres particulares para dedicar a esta grande paixão.Somente voçe com a tua sencibilidade para lhe prestar esta homenagem, pois ate hoje os administradores do AFC não lhe prestarão a homenagem que tanto merece.

Vanderhugo disse...

... é. A morte quando chega assim, de mansinho, sem ser esperada é bem melhor para quem vai. E difícil de acreditar para os que ficam...

acompanhei os comentários no mural do Alvinews. E, algumas coisas, penso que não merecem resposta, não é?

Em tempo: obrigado pelo comentário sobre meu último post. Quando vc diz "é um texto que eu gostaria de ter escrito", é o maior elogio que faz às minhas modestas anotações. Quando isso acontece, percebo que cometi um acerto. Que bom!!!

Abração!

gomesalvinopolense disse...

marcos, muito bom o comentário sobre o tuola.excelente presidente,e apaixonado pelo clube.
Mas tivemos outros presidentes que basicamente deram a vida pelos clubes da cidade,tanto no alvinopolense,quanto no industrial e original.podemos e devemos relembrar Antonio Valentim, Dona
Bia, e outros.
um abraço.