segunda-feira, 7 de junho de 2010

LINGUAS PODRES


Já ouviram falar dos terríveis monstros dragões da ilha de Komodo? Esses répteis horrendos possuem uma característica que tem muito a ver com determinadas pessoas em Alvinópolis: a lingua podre. Essas pestes são capazes de inocular veneno com o simples respingar de um pouco de sua saliva fedorenta . Os dragões de Komodo vivem escondidos, porém observando tudo, esperando a hora oportuna pra sair da toca e golpear alguém com sua lingua de chicote. Segundo me disseram, eles já rastejam pela região a muito tempo. Toda vez que alguém tenta fazer alguma coisa boa , eles aparecem espalhando suas maldades e especulando sobre o improvável. Já me falaram que em Alvinópolis tem uns espíritos ruins que já rondam a cidade a séculos; Já houve sensitivos que disseram passar mal quando vão a Alvinópolis. Tá explicado: passam mal por causa da funesta presença dos demônios de Komodo que são criados no seio da sociedade, quer dizer no seio, na periferias, seja onde for.Ah...os Dragões de komodo costumam comer na mão de alguns poderosos da cidade, inclusive de outros répteis. Dizem que são parentes pré-históricos dos crocodilos, dos jacarés, das largatixas. Eles não são fáceis de se matar. Dizem que tem um que gosta de comer maçã, mas que se deu mal por causa disso. Mas isso é uma outra história. De qualquer maneira, meus nobres conterrâneos: muito cuidado com os linguas podres. Por via das dúvidas, vou reforçando as rezas pro meu anjo da guarda, colocando algumas cabeças de alho no bolso e alguns santinhos também. E se sentir um cheiro de lingua podre no ar, já olho pra baixo e me protejo desse ser rasteiro. Vade retro, coisa ruim!

Um comentário:

Danilo de Abreu Lima disse...

marcos,
texto incisivo e cortante- sobre um vbelho problema. "Linguas podres" ou "cobras venenosas" não são "privilégio" de nenhum lugar em especial- em toda parte crescem e florescem.
Resta- nos trabalhatr, criar, e propor mudanças-
smpre.