segunda-feira, 1 de junho de 2009

BANDA " HOSTIL" ou "OS TIO".


Tava pensando em montar uma banda formada só de pessoas que já passaram dos enta.
Fiquei pensando no nome pra essa banda e cheguei a um nome sugestivo ¨HOSTIL¨.
Isso é que é uma banda de duplo sentido.
Em primeiro lugar, por causa da hostilidade, da atitude revolucionária que vem embutida no rock.
Depois, por que dá um trocadilho muito engraçado com OS TIO, quer dizer, aqueles que já cultivam cabelos brancos ( isso quando tem), que já tem filhos ( muitos neo-caretas) e depois daquele comercial de Sukita que ficou famosos né, tio tornou-se apelido para o apelido de coroa.
Bom, melhor aproveitar a fase de HOSTIL, pois daqui a pouco chega a fase do Vômusic.
Mas, se formos pensar bem, o rock and roll já é vovô, né...já não é mais música de jovem apenas. Mick Jagger e cia são vovozões com fantástica longevidade e nos dão uma sobrevida considerável, isso somado a descoberta da droga da terceira idade, o viagra. O que tem de velho maluco cheirando viagra não ta no gibi, um pozinho azul pra lá de muderno.
Mas falando sério, mas sério mesmo, o mundo do pop não é muito generoso com seus mais velhos. Muito difícil um grupo mais maduro conquistar a confiança da meninada. Eles não dão moral para sujeitos que tem a idade dos seus pais.
Falemos a verdade na lata: se tem um estilo musical que é generoso com seus veinhos é a música sertaneja, que tem Gino e Geno, Theodoro e Sampaio, Sérgio Reis e outros mandando ver, sem preconceito. Muito pelo contrário: são respeitados e lotam qualquer espaço.
Mas não tem problema. Todo véio é teimoso e gagá. Além do mais, a meninada acho que de certa forma, até gosta dos véios, pois vivem se chamando de véio pra cá, véio pra lá.
Então fiquem atentos, pois em breve haverá um show da banda HOSTIL, num asilo ou cemitério perto de você.

8 comentários:

Marcos Martino disse...

Gente, já me mandaram email perguntando quando lançaria uma música da banda HOSTIL. A banda é apenas uma metáfora, minha gente. Só existe no imaginário.

Claudecir, mais um mineiro mundo afora!!! disse...

Olá amigo eu passei dos inta por enquanto mas sua idéia é genial,vamos pagar pra ver os tio!!rsrsrs

gomesalvinopolense disse...

02 caminhões e 01 onibus com elevador...seriam suficientes para transportar os equipamentos e os musicos? rrrsss...
01 caminhão para as caixas de som,bateria,microfones,etc.etc.
outro caminhão para bengalas,cadeiras de roda,aparelhos de surdez,perucas,etc.etc rrrrssss
e onibus com elevador para os coitados,e auxiliares (gente para empurrar cadeiras,colocar os hotis no palco,levar ao banheiro,etc...
Marcos, a idéia é ótima,mas como todo grande projeto, inviavél, até em METAFORA.
Parabéns´pela crônica.

Antonio de Pádua disse...

Marcos, cada um que pendure seu chapéu. Gomes esqueceu do OXIGENIO. Más acho que ainda estamos inteiraços.Estou
me vendo em sua banda imaginária. Eu e Daví.RsRsRs.

Marcos Martino disse...

Uai...quem sabe não vire uma realidade hein...já pensou...Mas aí teríamos de mudar para os sex...os sexagenários...rsrsrs

Gustavo Jovelino Corrêa Neto disse...

Esse negócio de velho, velhice, tio e hostilidade vai muito da pessoa que porta a idade sem estar preparada para tal.Os melhores músicos e cantores são aqueles que já estão maduros, prontos e acabados. E a juventude de hoje nada produz de efetivo. A velhice está na cabeça daqueles que não tem a maturidade para aceitá-la e não procuram conservar a alegria e a jovialidade dentro de si.

Marcos Martino disse...

Gustavo, pois é, rapaz. Olha que tô te chamando de rapaz hein. Mas pode ter certeza que suas palavras só me servem de estímulo. Vou te dizer porque. Eu tô ensaiando de retornar com um trabalho no Rock e fico pensando comigo...puxa...será que haverá aceitação para um rockeiro que já tá apontando do outro lado da montanha...mas é pura insegurança minha, aquele medo da rejeição que não combina com a arte não é mesmo. Se o artista tiver medo do ridículo, tá ferrado. Agora, preparado acho que ninguém tá. Aliás, ninguém tá preparado pra idade nenhuma que tem. É sempre primeira vez para todo mundo. Mas não tenha dúvida de uma coisa, um menino ainda vive dentro de nós...e corre desembestado pela rua de cima. Ah...e também acho que tá faltando conteúdo para a produção musical da "juventude" de hoje. Mas são os fluxos e refluxos da história.

Gustavo Jovelino Corrêa Neto disse...

Marcos! Se você não estiver preparado, quem está? Você é o ícone da cultura Alvinopolense, pessoa que se iguala a José Afranio e tudo procura fazer por Alvinópolis. Ratificando veja os conjuntos de rock da "atualidade": Pink Floyd, U2, Guns N Roses e tantos outros cantores e bandas formadas por cantores da terceira idade ou quase. O conjunto Verde Terra se renascido seria sucesso na certa.
Abraços!...