segunda-feira, 21 de setembro de 2015

ALVINAUTAS PELO PLANETA

Há Alvinautas pelo planeta afora, todos levando no coração as imagens, as coisas de Alvinópolis. Em Portugal tem o Gilmarzinho, embaixador no país de Fernando Pessoa, pai de um craque de bola que promete ganhar o planeta. Será que terá dupla cidadania e jogará pelas seleções portuguesa e brasileira? Também está em Portugal o alvinauta Tom Perdigão, maquiador de diversas estrelas da moda e da televisão. Outra Alvinauta em Portugal é Tania Mendes. Agora em Sidney, na Austrália, estão Delza e meu amigo Élcio. Sorte pra eles na terra dos cangurus e do ACDC. Que nos informem sempre sobre a cultura daquele país maravilhoso. Esther Sanches transita entre os Estados Unidos, Paquistão e Brasil. Marcos Túlio Souza, o Marquinhos de Magela mora no Canadá. Lívia Carvalho Ribeiro mora em Madrid. Verônica está em Omã. Giovana Moreira reside no Japão. Raquel Carvalho Richner e Ruanita Guerra filhas de Turite moram na Suiça. Viviane de Dico Lavanca está na Suécia. Divina de Cândido também está no Canadá. Luiz Domingues está na Itália. Salles, filho de Preta e Eliezer mora nos Estados Unidos. Marilene Assis Silva mora em Boston. Há Alvinopolenses nos pontos mais distantes do Brasil também. Thiago Martino está em Xinguara, no estado do Pará, um novo eldorado de desenvolvimento do Brasil. Imagino a riqueza culinária e cultural daquela paragens. Décio Linhares está em Santana-AP. Humberto Junior está em Fortaleza-CE. E em Brusque, SC está outro alvinauta, o Ismael. Leonardo Mendes mora em Pontes e Lacerda, no Mato Grosso. Gislane Veloso mora em Teresina - PI. Marquinhos Prímola ( baratão) está em Pelotas-RS. Adriana Silva está em Cabo Frio. Tininha Repolês mora em Caraívas-BA, na costa do descobrimento. Alguém acaba de me lembrar da Dona Madalena, que se se dizia nascida na lua. Mas falei só de alguns. Quem conhece Alvinopolenses em outros pontos do globo e o Brasil?

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

UTOPIAS COMPARTILHADAS.

Até que se tornem realidade, todos os sonhos são utopias. Sou o maior utopista da paróquia. Penso um monte de coisas boas que seriam legais de fazer. Já imaginei Festivais de Rock no campo de aviação, Festivais na praça com show do 14 Bis, quem sabe Alceu Valença. Imaginei reformar o Festival de Música, criar novos prêmios, bailes populares no meio, festival de curtas, inovar. Noutra ocasião criei um texto imaginando um parque ambiental na pedreira e um monte de coisas legais pra Alvinópolis. Mais presentemente imaginei fazer um Festival gastronômico na cidade. Criei um texto como se o evento tivesse realmente acontecido e publiquei no Alvinews. Depois lancei a ideia do COMIDA DE BUTECO em Alvipa. Pela internet o entusiasmo foi grande. Muitas solicitações de pessoas entusiasmadas com a ideia. Apenas mais uma utopia compartilhada. Lanço as sementes virtuais pra ver se brotam. Mas  elas não vem germinando. Pra que plantar em terra seca? Vamos semear terras mais férteis e criar um cantinho na horta pra cultivar a esperança.Quem sabe daqui a algum tempo as coisas não melhorem? 

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

FEITO EM CASA 2 - MÚSICA E GASTRONOMIA


COMIDA DE BUTECO

Meu povo alvinopolense da melhor qualidade. Pensando aqui comigo. Há alguns meses lancei a ideia da criação de um COMIDA DE BOTECO de Alvinópolis. Nunca vi uma proposta obter tamanho apoio, pelo menos pelavia virtual. Todo dia, sem falta, tem alguém pedindo pra entrar no grupo criado no facebook. Apareceram várias pessoas dando sugestões, muita gente boa se ofereceu pra trabalhar, pra fazer um evento muito bacana. Apenas gostaria de sugerir algo mais abrangente, um festival gastronômico que extrapole os botecos e penetre as cozinhas das pessoas, das casas, das fazendas, dos botecos também, porque não?

FEITO EM CASA 2

O Feito em casa 1 funcionou muito bem, com as presenças dos MORCEGOS, VERDE TERRA e GRUPO DE SERESTA. Uma segunda edição começou a ser esboçada, com convidados muito especiais, como as bandas os Heltons 007, Davidson 5, Cuca, Porão 71 e mais convidados a pensar. A primeira edição foi sensacional. A segunda edição teria tudo para repetir o sucesso da primeira, mas pode ser ainda melhor. Sabem por que?

JUNTANDO AS DUAS FESTAS

Ora, ora. Que tal o melhor da música e da gastronomia FEITOS EM CASA? Que tal as famílias reunidas de novo, pra festejar a alegria de ser Alvinopolense, com tempero, com sotaque, com a tradicional alegria que só o nosso povo tem?

COMISSÃO

Para isso, teria de ser formada uma comissão organizadora bacana. Quem se habilita? 

quinta-feira, 16 de julho de 2015

MÚSICA POPULAR DE ALVINÓPOLIS

A cultura musical de Alvinópolis vem de tempos imemoriais. Em primeiro lugar, vem do nosso congado bicentenário. Vem do tum dum tras cá no mês de outubro, das batalhas dos dançantes, das roupas brancas brilhantes, dos turbantes com espelhos que criam bailados de luzes pelas ruas. Dos tambores que percorrem a cidade anunciando o reizado. Mas também vem dos músicos como Chico de Ná, Lito, Romeu da rua de Cima, Juca, Joãozinho e Julio Papa. Vem dos meus tios Tutuia, Babucho e João de Vina. Vem do Sr Quinzim e Zé de Tote que fizeram dois hinos maravilhosos. Vem do Sr Darcy e Seresta. Vem das bandas Santo Antônio e Dr Mário França. Vem da turma da seresta, com Zé Sylvio e sua turma. Vem de um Cuca, que tem repertório para 24 horas de baile. Vem dos Morcegos, dos Titulares do ritmo, Heltons, 007. Vem do BAG, da Fanfarra do colégio.Vem do Verde Terra, da Família Prímola, de José Mauro Bicalho. Vem de Tetêga, de um Tolentino,dos Protótipos Mentais, do Black Swing, de Luluth e Luciane Lima, de Marcela, Carolina, Adriano. Vem do Hard Case, de Gordo e os Alones, do Kalamidade Pública, do Porão 71, do Fator Alma e Túlio Silveira, vem do Vovó Piluca, vem do Ponto Morto, depois Estorvo, do Thaysson Azevedo, de Gilvan e Ryan, de Maycon e Pixico, da bateria Colibri, do Éric Paulo, da Letícia, da Érica, da Amanda e de todos que estão chegando. A música não pode e não vai parar...

segunda-feira, 6 de julho de 2015

FESTIVAL 2015 PROMETE

Não ouvi as músicas, mas pelo nível dos competidores dá pra prever um dos festivais mais disputados dos últimos anos. Teremos artistas acostumados a vencer festivais pelo Brasil afora, como o campeoníssimo Zebeto Correia, que já venceu em Alvinópolis algumas vezes e em diversas cidades. Outra presença importante será de Walter Dias, outro campeão dos festivais. Também presente a premiada banda DJAMBÉ. Outro grande artista o compositor e cantor Marinho San que venceu em Alvinópolis com a belíssima Vesúvio. Também presente meupresentamigo violeiro Diorgem Jr. de Governador Valadares. Outro amigo presente o meu amigo Robertinho Azis que retorna após muitos anos. Outro cara de que sou fã o grande Chico Bread, presença forte dos primeiros festivais, que também retorna. Também presentes os músicos Tânio César e Rodolfo Mendes, que também já venceram em Alvinópolis. Além dessa turma da pesada que já tem rodagem e currículo, tem uma galera nova chegando que também tá no páreo, com belíssimos trabalhos. Ninguém vem do Ceará, da Bahia, dos lugares mais remotos se não for pra disputar os prêmios. E a turma de Alvinópolis também vem pra fazer bonito. Ouvi a música do Thayson Azevedo, muito interessante. Do Vovó Piluca também, bem bacana. Bom ver a velha senhora na ativa, apesar da idade. A turma do Estorvo também deve estar com coisa boa, pois competência não lhes falta. A excelente cantora Letícia Lagares vai interpretar uma música do Rodolfo Mendes. Carlinhos Crepalde vai interpretar uma música de minha autoria e o porão vai tocar a canção Deteriorado do Jovelino. 

sexta-feira, 3 de julho de 2015

UM PASSARINHO ME CONTOU...


FIQUEI SABENDO POR FONTES SEGURAS, MAS OBSCURAS

Em breve a cidade terá recapeamento de todas as ruas que foram asfaltadas. Parece que tem gente se mobilizando e correndo atrás para que Alvinópolis fique mais bonita e orgulhe seus cidadãos. Vamos ver se a fonte é segura ou se é á Fonte do Itororó.Vamos torcer...

TESTE DE PATERNIDADE DESNECESSÁRIO

Não importa quem foi o pai do tapa-buracos. A Prefeitura tem interesse em dar retorno ao cidadão e fez seu esforço junto ao DER. O Vereador Bicoquinho também tentou junto ao seu Deputado e enfim saiu o tapa-buracos. Alguns acusaram o vereador de estar pegando carona numa obra que foi conseguida graças à afinação do governo municipal com o governo do estado. Tem um ditado antifo que diz: eu não quero saber se o pato é macho. Eu quero é ovo. É o que importa. Mas a cidade tá mais remendada que bola de capota dos meus tempos de campinho da rua de cima. Agora todo o esforço tem de ser pelo recapeamento.

QUE TAL TODA A CÂMERA DOS VEREADORES SE ENGAJAR?

Se todos se engajarem e começarem a se movimentar com mais vontade política, o município inteiro sairá ganhando. Que os vereadores comecem a se mobilizar pra viabilizar o recapeamento e outras melhorias para a cidade. A câmera dos vereadores tem muito mais poder do que imagina...

E O PINGA RATO?

Da última vez que ai estive, pudemos fotografar o pessoal e divulgar com muita satisfação que o amor dos pingarratenses está reerguendo esse patrimônio alvinopolense. Que todos ajudem...

COMIDA DE BOTECO EM ALVINÓPOLIS?

Começamos a conversar à respeito e a adesão a ideia tem sido imensa. Depois da semana cultural deveremos juntar o pessoal para planejar e fazer.

LIVRO DO BICHIRIM

Hilário como eu imaginava. Um livro pra ficar à mão pra ser lido a cada vez que a tristeza tentar no pegar. Só ler alguns causos, principalmente os do final do livro. Valeu, Bichirim. Tô esperando o site, hein?

O FESTIVAL

Vai ser bacana mais uma vez. É um dos principais eventos da cidade, junto com o carnaval e a festa da chita. Torço para que seja mais uma vez um sucesso, que os artistas sejam tratados com todo respeito, que o pessoal consiga administrar o tempo, que o pessoal da sonorização tenha muita paciência, que o nível seja sensacional. 

FONSECA INDEPENDENTE

Será que um dia viveremos para ver Fonseca emancipada? E a ligação asfáltica entre Alvinópolis-Fonseca-Santa Bárbara? Seria o máximo né? Inclusive com desvio da 381. 

segunda-feira, 29 de junho de 2015

O PESSOAL CONFUNDE AS COISAS

Eu e o Juninho de Magela tivemos a honra de Entrevistar o João Vitor lá na Rádio Itatiaia.
Vieram mais uma vez me dizer que sou João por que comentei que o Samuel Bicoquinho está de parabéns por ter buscado apoio junto ao seu deputado João Vitor Xavier. Uai, ele fez o que eu fiz como cidadão. Eu não tenho deputado pra me apoiar, mas entrei em contato com o próprio DER solicitando informações e pedindo atitude. Eles me responderam de forma bem fria, sem nenhuma delicadeza, como o estado costuma tratar os cidadãos, essas poeiras insignificantes, importantes só pra votar. Mas tudo muda quando o deputado é que pede. Agora, tenho de ser justo e dizer que venho acompanhando esse caso a bastante tempo. Tenho interagido com o meu amigo Claudecir, que trabalha na comunicação da prefeitura. Ele vinha me mantendo informado sobre o pedido de asfaltamento, mas o município foi atendido apenas na operação tapa-buracos, assim como dito na mensagem de resposta do DER à minha solicitação. Mas não tenham dúvidas de uma coisa: se a turma de Alvinópolis não tivesse esperneado e chorado nem isso teria. Não tá bom demais. A cidade tá feia, toda remendada, mas foi o que deu pra fazer. Melhor que os buracos.

SOBRE RECAPEAMENTO

É o que as pessoas querem saber. Que o Bicoquinho continue pedindo ao seu deputado, que a prefeitura também peça os seus e assim pode ser que a coisa saia. É a vontade política que move o mundo. Quanto ao teste de paternidade, pra nós cidadãos, não tem a menor importância. Agora, quem tiver documentos para apresentar que os apresente...

SOBRE SER FULANO OU CICRANO

Pra que isso aconteça tem de ter empatia, afinidades, interação e recíproca de atenção e afeto. Vamos ser nós mesmos que dá mais certo... 

quinta-feira, 25 de junho de 2015

TESTE DE DNA DOS BURACOS

Só Alvinópolis mesmo. Há tempos venho postando sobre a buracada de Alvinópolis. Já estive em contato com o DER ( o pessoal tem grafado DR, mas acho que não existe). Que orgão pra lá de sem educação. Responderam de forma bem fria e se eximiram de qualquer responsabilidade sobre o asfalto nas vias urbanas. Disseram que ocasionalmente faziam operações tapa-buraco. E foi isso que aconteceu. Uma meia sola daquelas, que mesmo assim virou objeto de disputa política. Quem é o pai do tapa-buracos? Bom, eu venho enchendo o saco do Claudecir há alguns meses, pressionando para que interceda junto ao deputado ligado no atual governo, no caso o Deputado Nilton Cardoso Jr. Se observarem nas postagens anteriores aqui no AQP, verão farto material à respeito. E a novela foi se estendendo, eu perturbando o Claudecir, que imediatamente incomodava o deputado pra ele intervir junto ao DER e finalmente a operação tapa-buracos teve início. Só que apareceu um fato novo. O vereador Bicoquinho divulgou que a operação aconteceu por solicitação do Deputado João Vitor Xavier. Bom, para os Alvinopolenses, o que importa é que a operação tá acontecendo. Quer dizer, em parte né? Pois o povo ainda tem muitas carências, tem ruas em que não tem nem calçamento direito. Esses já vivem num buraco. E tem moradores, da rua São José por exemplo, que estão reclamando que a tal operação não chegou até lá. Não sabemos se o DER atendeu a solicitação de A ou de B. Quem pode dizer qual foi o pedido que foi atendido é só o DER. Gosto muito do Deputado João Vitor Xavier. É um deputado muito sério, trabalhador e tem grande poder midiático, sendo um dos mais importantes comunicadores da Rádio Itatiaia, a mais importante mídia de Minas Gerais. O Deputado Nilton Cardoso Jr eu conheço pouco. Sei que é do PMDB, que o atual vice-governador é do PMDB também, assim como o prefeito e vice. Quer dizer: a lógica é que consigam as coisas com mais facilidade junto ao DER e demais instituições públicas. Mas querem saber de uma coisa? Parabéns a todos, parabéns ao Bicoquinho, que fez seu esforço, ao pessoal da prefeitura, a todos que estão tentando, buscando verbas e melhorias pra Alvinópolis, independente do partido. Poderiam aproveitar o ensejo e tentarem mais. Que tal buscarem agora pelo menos uma mão de asfalto pra dar um acabamento nos remendos? E que tal olharem pelas ruas ainda descalças ou com calçamento em péssimo estado? Tudo que vier pra melhorar será bem vindo e todos que puderem ajudar, também...

domingo, 14 de junho de 2015

EU SOU MARCOS MARTINO

Acho curioso quando alguém chega e pergunta: você é Galo ou Mirtô? Uai, eu sou o Marcos Martino Não sou nem Galo Índio, nem Mirtô, nem Lula, nem Aécio. Continuo sendo Marcos José Martino Abreu Lima, filho de Dona Neusa do Cartório, do seu Tony Anemia,da sapataria e da Prefeitura. Digo isso por que segundo disseram, andam dizendo que bandeei pro lado do Mirtô. Que besteira. Não bandeei pra lado algum. Sou um Alvinopolense apaixonado pela terra, mesmo distante 163 kms de nossa Alvipa, não consigo cortar esse umbigo, esse cordão de prata que parece resistente a tudo. E nem quero. Com relação ao Galo Índio, fui colega dele de República dos Anjos e sempre tivemos uma amizade cordial. Apoiei ele em suas campanhas, assim como apoiei Dico Lavanca um dia e o Marcinho também. Por afinidades familiares e outros arranjos que não controlamos não fiquei do lado do Milton, apesar de não ter qualquer coisa contra ele. Muito pelo contrário. Ele sempre foi muito respeitoso e atencioso comigo. Não tenho nenhum motivo para desejar um mau governo pra ele. Não torço contra Alvinópolis de jeito nenhum. Se o governo for mal, a cidade também irá. Meus familiares e muitos amigos moram na cidade. Sou crítico ao que não acho legal. Fui crítico por exemplo quando reformaram a praça São Sebastião. Achei que ficou muito ruim e ainda acho até hoje. Você reformar pra melhorar é uma coisa.Reformar e ficar pior realmente nos chateia. Ainda torço para que algum prefeito resolva reformar de forma a ficar linda, um verdadeira sala de estar da cidade. Ultimamente vinha postando direto críticas ao DER, que segundo informações, iria asfaltar a cidade. Mas o que aconteceu foi apenas uma operação tapa buracos, uma ação emergencial, que minora a buracada, mas deixa a cidade feia e remendada. E parece que teremos de nos conformar com isso, pois os representantes do estado não se cansam de dizer que não tem dinheiro pra nada. Repercuto sempre também o que o Claudecir, atual responsável pela comunicação me passa. Adoro repassar principalmente as boas notícias sobre a terrinha. Então, sem demagogia...não sou nem Mirtô nem Galô. Sou Alvipa.  

terça-feira, 9 de junho de 2015

PINGA RATO SE REERGUENDO

Há alguns dias publiquei com muita tristeza uma foto do nosso Pinga Rato caindo aos pedaços. Por isso, fiquei feliz essa semana quando passei perto do clube e percebi que o pessoal está trabalhando para revitalizar e botar o clube de pé. Quando passávamos, o atual presidente veio ao nosso encontro, o amigo Totone, com o qual já joguei muita bola, tanto no campinho da rua de cima quanto no próprio Pinga-Rato(onde já treinei no Juvenil com o folclórico treinador Afonsinho Anzolim). Mas o clube está se reerguendo, movido pelo amor irrestrito de seus apaixonados torcedores. No entanto, a turma tem problemas sérios a enfrentar. São muitos diretores, que nem sempre estão disponíveis. Também enfrentam problemas burocráticos e legais. Embora trabalhem de forma voluntária, na valentona mesmo, precisam que pessoas mais esclarecidas ligadas ao clube se somem no esforço do reerguimento desse patrimônio cultural da cidade.

O clube estava caindo aos pedaços

E O FUTURO?

Como diz meu amigo DINDÃO, sem amor nada vai pra frente. O Pinga Rato precisa que os apaixonados pelo clube se apresentem para ajudar, sujeitos como José Meyer do Espírito Santo, Jovelino Carvalho, os descendentes da Família Valentim, Policarpo, Caldeira, Borges, famílias tradicionais da rua de baixo precisam se unir. O povo um pouco mais da rua de cima também, como Piôrra, como os eternos craques Barbado, o goleiro Image, entre outros. O poder público também pode ajudar. Claudecir Barbosa, atual responsável pela comunicação do município, tem ajudado como pode. Os clubes precisam mesmo da parceria do município, pois fazem parte da cultura, além de trazerem retorno à sociedade, ao promoverem a socialização, a disciplina e o lazer saudável.  

PATRIMÔNIO IMATERIAL

Tem duas coisas que pra mim só tem em ALVINÓPOLIS em nível planetário: o cemitério de bambu e o Pinga Rato. Fico pensando aqui no futuro do clube. Depois de revitalizado, precisará de verbas para se manter. Será que o Patrimônio histórico não pode destinar alguma verba, pelo menos para manutenção? A diretoria precisa pensar em alternativas para geração de renda também, quem sabe um bar, uma lan house, um café, quem sabe uma nova camisa? Quem topa desenhar uma camisa top para o Pinga Rato? É Pensar alternativas pra manter as atividades. De qualquer maneira, temos de comemorar...e agradecer aos heróis que estão botando a mão na massa e salvando o pinga....


quarta-feira, 3 de junho de 2015

BAILE DOS NAMORADOS - O ROMANTISMO ESTÁ DE VOLTA?

Alvinópolis era uma cidade muito baileira. Todo final de semana tinha hora dançante ou baile no Alvinopolense e Industrial. Os melhores conjuntos do estado tocavam em Alvinópolis, como RG7, Os Turbulentos, Magnus som, Samantha, além dos Alvinopolenses Heltons, 007 e os Morcegos. O povo se esbaldava quando os conjuntos tocavam as músicas dançantes a época, com muita discoteque e pop internacional. Mas o bicho pegava era na hora das músicas lentas. Era quando alguns casais aproveitavam para alguns pegas mais picantes. Muitos sabugos de milho nos bolsos dos rapazes. Havia bailes das misses, aniversários dos clubes, das debutantes e a turma se esbaldava. Há quem diga que havia mais romantismo no ar naquela época. Por isso, fiquei pensativo quando vi o meu amigo Claudecir divulgando o baile dos namorados com o slogan: O ROMANTISMO ESTÁ DE VOLTA. Pensei comigo: - Uai! Mas ele foi embora? Será que o romantismo acabou ou mudou de forma? Será que não tem mais lugar para os românticos, que gostam de flores, de dançar juntinhos, de fazer juras de amor e caminhar de mãos dadas? Acho que não. O romantismo continua vivo e sempre continuará nas paradas. O Baile dos namorados que acontecerá no Alvinopolense, terá um que de modernidade. Primeiro por que quem vai tocar é o Fabrício de Paula, que conheço de muito tempo. Fabrício fazia dupla com o grande músico e arranjador Elcimar ( quem não se lembra da dupla Fabrício e Elcimar). Fabrício é um cara simpatissíssimo, humilde e muito bom cantor. Seu repertório é sertanejo, desde o dançante e bem humorado até o romântico, talvez sua especialidade. Seu timbre de voz lembra do famoso cantor Daniel. E pra completar a programação, as presenças de dois DJs pra tocar o que a galera curte. Claudecir falou também de uma serenata uns dias antes do baile. Bela ideia. Saudade danada de Alvipa, sô. 

FESTIVAL 2015 - INFORMAÇÕES GERAIS

Dias  10, 11 e 12 de Julho
Nove mil em prêmios

PREMIAÇÃO - 1º Lugar: R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais) - 2º Lugar: R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) - 3º Lugar: R$ 2.000,00 (dois mil reais) - Melhor da Terra: 1.000,00 (hum mil reais). As Inscrições estão abertas até o dia 30 de junho. Pela INTERNET – as pessoas deverão encaminhar letra da musica + arquivo em mp3 com a música para o email: contato@festivalalvinopolis.com.br. Na Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Travessa Professor Jose Borges de Morais, 40 Centro, Alvinópolis/MG no horário de 12h00min às 18h00min. Pelos correios, material endereçado a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Travessa Professor Borges de Morais, 40 Centro, Alvinópolis/MG CEP 35950-000. Taxa de inscrição: R$ 25,00(vinte e cinco reais) por música. As composições deverão ser inéditas e originais. Entenderemos por inéditas as musicas que nunca tenham sido premiadas em nenhuma categoria nos festivais de Alvinópolis. Por originais: entendem-se as que não se constituem de plagio e as que não forem adaptação ou citação poética de outro autor. Serão aceitos suportes eletrônicos para acompanhamento dos músicos (samplers, toca-discos e controladores). Quem quiser se inscrever poderá baixar a ficha de inscrição aqui no formato WORD ou no site www.festivalalvinopolis.com.br.  Das músicas inscritas deverão ser selecionados 24(vinte e quatro) para serem apresentadas as semifinais do Festival 10 e 11 de Julho, respectivamente sexta e sábado. As musicas selecionadas para semifinais serão apresentadas na sexta-feira dia 10/07/2015 e no sábado 11/07/2015, a partir das 22h00min. Domingo dia 12/07/2015 serão apresentadas as 10(dez) músicas finalistas a partir das 18h00min.  

FESTIVAL DA MÚSICA EM ALVINÓPOLIS - O MELHOR EVENTO DO MUNDO

Pra mim não tem Rock in Rio, Lollapalooza, woodstock. Pra mim o melhor evento do mundo é o Festival da Música de Alvinópolis, pois acontece em nossa aldeia, com os povos e as povas de várias regiões do Brasil, com muzgos novos e antigos, com anciões e ociosos de todas as plagas, com 35 anos de histórias e estórias, escola pra muitos, vritrine pra outros, caça-niqueis para outros tantos, chato para muitos, vital pra sobrevivência da arte e cultura neste país.

O NÍVEL VAI SER ALTO

A premiação concentrada desperta a cobiça dos grandes competidores, os chamados tubarões dos festivais. A turma vai ter de rebolar para acompanhar o nível.

CONCOMITANTEMENTE A FESTA DA CHITA

Para a turma do Festival, uma atração a mais...uma decoração diferente, um clima especial. E pelo que parece, teremos frio este ano. Brrrrrrrrrr!!!!!! Haja conhaque...

A TENDA DA SEMANA CULTURAL - MUITO LEGAL

No ano passado, debaixo da tenda à frente do palco as pessoas podiam sentar-se confortavelmente pra assistir os espetáculos que rolavam. Na verdade, um grande bar, com atendimento, calor humano, tranquilidade pra quem quer ouvir as músicas, segurança, ordem. Ambiente muito gostoso. 

O SOM

Que este ano tenham especial cuidado com o som. No ano passado deixou a desejar. Não pela falta da qualidade, mas pelo atendimento. Para esse ano parece que estão fechando com um pessoal muito bom de jogo. Tomara...

PRÉ-FESTIVAL

Tomara que consigam viabilizar. A não ser que não exista uma safra de gente nova fazendo música e querendo botar na roda. 

BOLA PRA FRENTE

Parei com críticas ou expressão de qualquer pensamento divergente. O negócio é jogar pra cima e que cada um faça o que puder para que seja um sucesso. 

INSCREVA-SE 

Informações:  http://www.festivalalvinopolis.com.br/principal/

terça-feira, 2 de junho de 2015

35º FESTIVAL - MAIOR VITRINE DA MÚSICA NO MÉDIO PIRACICABA

UMA BELA PREMIAÇÃO

Serão 9 mil em prêmios, com 3500 para o primeiro colocado, 2.500 para o segundo e 2.000 para o terceiro. E ainda haverá um prêmio de 1000 pra o melhor de Alvinópolis.

O FESTIVAL TERÁ 3 DIAS MESMO.

Será realizado na sexta, sábado e domingo, como vem sendo realizado tradicionalmente. Dias 10,11 e 12 de Julho de 2015.

SOBRE OS PRÊMIOS

A distribuição de apenas 4 prêmios maiores em dinheiro tem a vantagem de atrair competidores de maior quilate,  mais qualidade e costuma credibilizar os festivais. Eu achava que podiam distribuir melhor, de modo a favorecer mais artistas e já falei nisso. Mas tudo bem. Sou voto vencido. Pecado seria não fazer.

SOBRE FINAL NO DOMINGO

É um problema que vem de anos, do esvaziamento das finais no domingo. Confesso que já bati o pé em edições anteriores, quando algumas amigos sugeriam a final no próprio sábado. Mas eu bati o pé, imaginando que conseguiríamos começar mais cedo no domingo. Mas sabem o que aconteceu? Ninguém compareceu no horário marcado e sem quorum é duro colocar o pessoal para tocar...mesmo porque, muitas vezes até os artistas somem nessa hora, assim como os jurados. Mas a organização resolveu escalar a final para o domingo as 6 da tarde. Claro que se tudo é possível. Se for muito bem divulgado e o povo comprar a ideia pode dar certo. Aliás, se não me engano, teve um festival realizado pelo Ronilson que teve a final no domingo à tarde. 

SOBRE PRÉ-FESTIVAL

Conversei com o Carlinhos e ele me expôs que a dificuldade de se fazer o Pré consiste na dificuldade com datas, já que o Festival vai acontecer no início de Julho. O ruim de não acontecer é que a galerinha que poderia começar, que ainda precisa fazer um pouco de laboratório, experimentar o palco e o contato com o público acaba sem espaço. Não fossem os Prés festivais, será que teríamos hoje as bandas Estorvo, Hard Case, Thayson Azevedo, tantas meninas cantoras e instrumentistas? A organização do Festival não quis se envolver diretamente com isso e eles tem razão, pois o Festival será apenas uma das atrações da semana cultural, que terá ainda a FESTA DA CHITA, entre outras dezenas de atrações. Mas se o Carlinhos fizer, acho que será importante. Tomara que consiga. 

COBERTURA POR UMA TV

Segundo informações do meu amigo Claudecir, haverá cobertura por parte de um canal de TV. Vai ser excelente se tiver. Será um diferencial a mais para o público e também para os artistas, que precisam divulgar seus trabalhos.

OUTRAS NOVIDADES

Só importante ressaltar que não faço parte da organização. Apenas compartilho as informações. Primeiro por que amo minha cidade. Segundo por que adoro o festival e sou muito grato a ele pelo pouco que sou. Terceiro por que tenho muitos amigos músicos e gosto de participá-los das boas coisas. Além do mais, sou entusiasta dos festivais como vitrines e laboratórios para experiências em termos de música e literatura.  

domingo, 31 de maio de 2015

O FESTIVAL PRECISA SER DIVULGADO ANTES


O FESTIVAL DA MÚSICA É UM EVENTO DIFERENTE.

É diferente por que não acontece apenas na data, mas começa a esquentar um mês antes, com os ensaios da turma, as reuniões para escolhas de música, gravação para inscrição, enfim.

DIVULGAÇÃO DA DATA, PREMIAÇÃO, REGULAMENTO, ENFIM...

A partir do momento que as informações principais forem divulgados, o pessoal começa a se mobilizar. A turma que deseja participar, precisa da confirmação oficial para que possa se comunicar, precisa ver a logomarca do Festival 2015 na net, com datas e regulamento.

VAI TER PRÉ-FESTIVAL?

Meu amigo Carlos Henrique Crepalde estava tentando viabilizar o Pré-festival, que considero muito importante, de certa forma até mais do que o Festival principal, pois é onde despontam os novos artistas da cidade. Tomara que aconteça. Ele ia procurar a organização pra conversar à respeito. Não sei se houve conversa ou se houve alguma evolução...

QUANTOS DIAS DE FESTIVAL?

Sugerimos a realização em dois dias: eliminatórias na sexta à noite e sábado à tarde. Final no sábado à noite, para que as pessoas possam estar presentes e prestigiar as premiações. 

A PREMIAÇÃO

Fiquei sabendo que serão 9 mil em prêmios, o que é ótimo. Vamos ver como será a distribuição. 

A LOGOMARCA É MUITO IMPORTANTE

No ano passado foi desenvolvida uma nova logo. Nos anos anteriores estávamos repetindo a mesma logo. 

A SEMANA CULTURAL É UMA BOA IDEIA, MAS

Não tem a mesma fama nem da Festa da Chita nem do Festival de Música. Cada um desses eventos tem vida própria, estética própria, merecem um tratamento diferenciado e até equipes. Foi boa a ideia de juntar os eventos debaixo de um mesmo guarda-chuvas ( ou tenda coberta) até para diminuir custos. Mas um não pode eclipsar o outro. A ideia é somar e não diminuir importância dos eventos.

terça-feira, 26 de maio de 2015

ALVINÓPOLIS'IN'VADE

Houve um Festival de Música em Monlevade chamado Rock in Vade. Foi promovido pelo saudoso Alex de Cacá, um grande amigo promotor de eventos, companheiro de muitas passagens pitorescas. Achei o nome "Rock In Vade" muito apropriado. O Rock que in VADE monleVADE. Achei bem sonoro. Mas em Alvinópolis naquela época meu mano Rogério já dava aulas de música e a turma já ensaiava no Porão 71. Havia os Protótipos Mentais, formado por Dante, Luluth, Klinger, Glauco e Aender. Tinha também o Trânsito Livre e se não me engano, o Kalamidade Pública já tocava também.  Só que sempre foram mais independentes.Outros compositores de Alvipa também se destacavam e o ambiente musical era muito forte.E nessa época também surgiu a banda de reggae Black Swing, formada por Juney, os meninos de severiano e cia. Neo Gemini também rodava pelos palcos com seu Pau com Arame. No Festival da Canção de Alvinópolis daquele ano os meninos do Black Swing me perguntaram se eu não teria uma música pra  eles interpretarem. Tinha de ser um reggae. Eu tava com uma ideia de letra mais ou menos traçada, uns versos de um ska chamado "Vícios". Mostrei pra eles, que curtiram. Rogério montou o arranjo com os meninos e realmente ficou muito legal. A banda já nasceu agradando geral. Mas o melhor ainda estava por vir. O Black Swing resolveu inscrever VÍCIOS no Rock in Vade. Os meninos nem sonhavam que tinham chances. Queriam é divulgar o trabalho. Neo Gemini também resolveu inscrever a música o MOFO, música que fizemos juntos, mas quem tocou foi a banda Protótipos Mentais. Outra banda de Alvipa, o Trânsito Livre me pediu uma música e confesso que nem me lembrava, o Rap do Voto. Segundo Junei, as bandas foram pra Monlevade na Kombe de Dico, num ônibus conseguido pelo Bob Charles e no FIAT 147 do Ronilson Bada ( é muito pra minha combalida memória). Resultado: o Black Swing ficou em primeiro lugar com "Vícios", a banda Protótipos Mentais ficou em segundo com "o MOFO" e o Neo Gemini inscreveu a música Garota Selvagem, que ficou em 3º lugar. Foi a verdadeira tríplice coroa, barba, cabelo e bigode, um verdadeiro Alvinópolis in vade. 

( Em tempo - peguei a foto acima pra ilustrar. Mas trata-se de material de divulgação de uma outra banda também chamada de Black Swing. Mas a de Alvinópolis é bem mais antiga, portanto a de Alvipa é a original. Além do mais, o som dessa banda Black Swing, que é da Bahia, não é naquele estilo Rala a Checa no chão...e por aí vai...).

segunda-feira, 25 de maio de 2015

QUE TAL O FESTIVAL EM DOIS DIAS APENAS?

É uma ideia que vem sendo sugerida a alguns anos para corrigir um problema realmente terrível: quando a premiação sai no domingo à noite, já não tem quase ninguém pra prestigiar a entrega dos prêmios. O Festival quase sempre acaba na segunda de madrugada, com pouquíssimas pessoas prestigiando. Ao invés de finalizar com um grand finale, temos uma final cansada, extenuada, sem tesão, sem energia nenhuma. Um frequentador habitual do  nos falou de um festival em que ele participa no interior do Estado, que tem uma eliminatória na sexta e outra no sábado à tarde, classificando-se 12 músicas se para a final à noite. Considero a ideia muito válida. Faz com que os artistas recebam os prêmios com público presente, preenchendo o sábado com atrações musicais, podendo diminuir um dia de despesa com som, palco e luz. O domingo poderia ser preenchido com outras programações mais acústicas, do tipo apresentações de bandas de músicas, congado, capoeira, baterias, etc. Mas são apenas ideias. De qualquer maneira, vamos tentando colaborar do jeito que pudermos.

sábado, 23 de maio de 2015

O FESTIVAL DA MÚSICA - APONTAMENTOS...

MEMÓRIAS


Nosso Festival já tem 35 anos de realização e em sua trajetória, teve momentos de glória, decadência, quase acabou, mas continua vivo, graças a Deus e a alguns heróis. Nesse tempo de realizações, acumulou experiências que fizeram com que fosse evoluindo em termos de regulamento, de modo a favorecer os artistas e o público. 

SENSIBILIDADE DO JOVELINO - PRÊMIOS PARA OS 10 PRIMEIROS COLOCADOS

Houve um Festival da Música que sensibilizou muito o Jovelino por uma questão em particular. Foi um festival muito forte em que apenas os 3  primeiros colocados receberam prêmios, mas haviam várias outras músicas que mereciam ser premiadas, já que também eram muito boas também. Jovelino ficou com aquele sentimento na cabeça e no ano seguinte, sugeriu que distribuíssemos os prêmios, de forma que todo mundo que passasse para a final receberia algum prêmio. Ele alegava que a iniciativa também ajudaria os classificados a custear pelo menos parte da despesa com alimentação, transporte e hospedagem. Conversamos com o Joãozinho, que também aprovou a ideia e assim foi feito. Resultado: depois do festival todos saíram satisfeitos, se sentiram honrados e não houve aquelas tradicionais reclamações por parte dos que não ganham nada. 

ALGUNS SÃO CONTRA

Algumas pessoas são contra, preferindo distribuir a premiação apenas para os 3 primeiros lugares. A alegação é de que ninguém dá valor para outros prêmios que não sejam os principais, que  prêmios menores não valorizam ninguém. Mas quem já teve a experiência em participar em festivais, sabe o quanto um dinheirinho extra, por menor que seja ajuda nas despesas. Além do mais tem o troféu de reconhecimento do Festival para com as obras alheias, um espécie de selo de qualidade.

SOBRE PRÊMIO PARA MELHOR DA CIDADE

Claro que tem aqueles que já tem qualidade suficiente para disputar os prêmios maiores. Mas sempre tem aquela galerinha que tá começando...e convenhamos: ganhar melhor da terra dá uma moral danada e motiva quem ganha.

QUANDO TEM PRÉ-FESTIVAL, NEM CARECE

Quanto tem pré-festival, a banda melhor premiada já é automaticamente a melhor da terra. Nesse caso nem se justifica mesmo outra premiação

TÉCNICO DE SOM: MAIS IMPORTANTE QUE O PRÓPRIO SOM

Pra fazer Festival de Música é fundamental avisar antes pra equipe de som que o evento é diferente, bem mais complexo que trabalhar com show. Nos Festivais são muitos artistas que se intercalam no palco. Os técnicos tem de fazer ajustes o tempo inteiro e não podem se ausentar da mesa. A sonorizção tem de ter um ou dois caras no palco o tempo inteiro para dar assistência aos músicos. E o mais importante: tem de ter técnicos e ajudantes muito pacientes para tratar os artistas com  educação e tranquilidade, pois principalmente a meninada mais nova é inexperiente e cheia de nervosismo no palco. Além do mais, convenhamos: todos merecem respeito. 

SOBRE CORPO DE JURADOS E DIVULGAÇÃO DAS NOTAS

Algumas pessoas sugeriram numa discussão no facebook que os jurados deveriam divulgar as notas na hora. Isso já foi feito no passado. Na maioria dos festivais era assim. Mas começaram a acontecer problemas. Nem sempre quem perde tem esportiva e tava acontecendo de alguns músicos cercarem os jurados por causa de notas ruins que receberam. Situação muito chata. Até que se os jurados fossem remunerados para participar dos juris, mas quase sempre são voluntários, convidados e tem de passar ali 3, 4, 5 horas ouvindo músicas e atentos ao que se passa. Não é justo submetê-los a tamanho constrangimento. Houve quem sugerisse a divulgação da somatória das notas nas eliminatórias. Eu também não considero salutar. Se você divulga, sabe de antemão quem teve a melhor votação, o que compromete a final. Quem teve a melhor nota na eliminatória já se considera vencedor moral e se acontece alguma coisa, do tipo reconsideração de voto por parte do jurado ou mesmo apresentação melhor na final, quem teve melhor votação na semifinal e não venceu  parte para o ataque contra a organizaçação e acaba comprometendo a credibilidade do evento. Falo isso por que nesses 35 anos, já vi de tudo. 

ALGUNS HERÓIS QUE PRECISAM SER SEMPRE HOMENAGEADOS.

Não me canso de citar alguns nomes que foram fundamentais para essa longevidade. O primeiro deles é o João Carlos de Souza Carvalho, o Joãozinho de João de Vina. Mas tem outros nomes importantes. Tem a Edmaire Carvalho, tem Mariângela Repolês, tem Ronilson Badaró que segurou dois anos no peito, tem o Alessandro da Bio Extratus, tem os eternos jurados Fred Ozanam Barcelos, Neguinho de Castivila, Ilderaldo, José Sylvio, Edmundo e Ana Therezinha, tem Rogério, Manoel, Vanderlei Lourenço, Carlos Augusto, enfim...


sexta-feira, 22 de maio de 2015

BERNARDO SANTANA MOSTRANDO SERVIÇO

Um dos secretários de maior protagonismo no governo Pimentel tem sido Bernardo Santana, que responde pela secretaria da defesa social.Bernardo vem imprimindo um ritmo forte em sua gestão, ensejando a criação de uma força tarefa para resolver o problema crônico da deficiência carcerária no estado. Bernardo tem desafios imensos pela frente, mas parece não sentir o peso do cargo. Já vi inúmeras entrevistas dele durante esse tempo. Enfrenta as perguntas com autoridade e não deixa nada sem resposta. Fala com propriedade e nos anima, pois é um sujeito entusiasmado e motivado à frente da secretaria, doido pra mostrar serviço e evoluir em sua trajetória política. Não promete nada de absurdo. Muito pelo contrário. Tem sido realista ao extremo e com isso vai conquistando credibilidade junto a opinão pública. Com essas atitudes, Bernardo  segue caminho diferenciado do pai, o Alvinopolense José Santana, político experiente e conselheiro full time. O pai é de perfil conciliador, articulador, muito inteligente e estrategista. Bernardo é mais executivo, mais de botar a mão na massa e tem se mostrado um verdadeiro trator pra trabalhar. Num primeiro momento, cheguei a acreditar que Bernardo tinha sido agraciado com um presente de grego. Mas após uma resistência inicial por parte de algumas autoridades,  começa a conquistar respeito. É cedo para se falar em êxito. É só o começo de uma caminhada. Mas começa muito bem, com fôlego, vontade de acertar e apoio irrestrito do governador. Muita sorte e saúde pro Bernardo aguentar o empuxo. E se puder olhar por Itabira e região, será importante. Ô cidade problemática essa de terra de Drummond. 

quarta-feira, 20 de maio de 2015

DESEMBURACAMENTO

Alvinópolis precisa  de um desemburacamento. Mas segundo soube, a cidade já passa por operação tapa-buracos emergencial. Os motoristas e os carros agradecem. Os ciclistas, os motociclistas, os charreteiros e os bebúns também. 

DER NA CIDADE

Segundo minha fonte, representantes do DER estiveram na cidade. Ficaram impressionados com o estado do asfalto. Prometeram trabalhar para viabilizar a revitalização. 

TAPA BURACO É REMENDO

Bonito não vai ficar, mas não tem outro jeito! Antes de passar manta asfáltica tem de aplainar o terreno, desemburacar... 

CADÊ AS FOTOS?

Tá faltando alguém tirar as fotos dos buracos antes que sejam desemburacados. E também as fotos das obras de desemburacamento e finalmente as ruas desemburacadas. 

E QUEM SABE...

... quem sabe as fotos do asfalto pronto no futuro, de boa qualidade e com bom acabamento?

TOMARA QUE ACONTEÇA

Pode ser que o DER realmente ajude a viabilizar o asfalto, mas pra isso a pressão política não pode parar. Vamos torcer...




segunda-feira, 18 de maio de 2015

OPOSIÇÃO BURRA, NEM PENSAR

Sou oposição ao que considerar errado em qualquer governo ou desgoverno. Muitas vezes sou crítico, mas prefiro elogiar e festejar quando boas coisas acontecem.

O asfalto é importante, mas precisamos considerar as dificuldades.

Os municípios passam por situação financeira terrível e Alvinópolis não é diferente. A prefeitura faz o que pode com o dinheiro que arrecada. Asfalto é muito caro e as prefeituras menores não conseguem asfaltar sem parceria com instituições governamentais. 

Só com influência política

Como os municípios não tem dinheiro para bancar obras sozinhos, tem de recorrer aos  deputados pra fazer emendas e conseguir verbas...e da boa vontade dos governos da época para liberar essas verbas. E precisamos puxar pela memória. Esse asfalto que temos foi feito ainda na época do Marcinho e foi viabilizado por intermédio do então Secretário de Obras, Agostinho Patrus. Sem influência política fica muito difícil.

Asfalto do gaspar

A prefeitura  conseguiu asfaltar a Av. Antônio Carlos, obra reclamada a décadas e também revitalizou o asfalto em outras avenidas. Isso com recursos próprios. Achei que merecia um acabamento melhor, mas independente disso, temos de reconhecer o mérito. 

Asfalto ou tapa-buracos

É claro que seria ótimo se tivéssemos revitalização do asfalto das vias públicas em que transitam os caminhões pesados. Mas se vier um tapa-buracos eficiente agora será importante. Mesmo por que para asfaltar, tem de tapar os buracos primeiro. 

ASFALTO OU TAPA BURACOS?


PARTE ALTA ABANDONADA?

Teve um carnaval que várias pessoas saíram no bloco do saco sujo com seus sacos pintados pedindo melhorias para o bairro. Eles chamavam o bairro de Parte Alta Abandonada. Quem vê o asfalto da rua de cima tem essa impressão: que o bairro está abandonado e sem cuidados.

AÇÃO DA PREFEITURA

A Prefeitura vem tentando fazer sua parte, negociando com o DER para que o Orgão Estatal cuide pelo menos do asfalto que passa pela via urbana, já que passam pelas ruas da cidade centenas de caminhões pesados, causando buracos e depressões no asfalto. Eu e outros cidadãos procuramos o DER que nos respondeu que só se responsabilizava por tapa-buracos. A prefeitura continuou trabalhando politicamente e parece que o DER vai liberar verba para insumos e a o município vai disponibilizar a mão de obra.

OPERAÇÃO TAPA BURACOS é URGENTE

Algumas pessoas enviaram mensagens dizendo que na rua São José também tem muitos buracos. Pra todo lado tem. É urgente dar uma aplainada na cidade. 

EM ANDAMENTO

Segundo informações também postadas hoje, a operação tapa buracos já está acontecendo nesse momento. 

CLAUDECIR

O bom responsável pela comunicação da prefeitura informou que as obras do asfalto já começaram. Ainda não sei se ele se refere à revitalização ou só tapa buracos. Pelas dificuldades econômicas do estado, creio que vai ser só tapa buracos mesmo.

SERVIÇO NO CAPRICHO

É claro que remendo não fica bonito. Mas se é o que pode ser feito, pelo menos que seja com capricho e eficiência. 

PINGA RATO

Pelo que o Claudecir me informou, as obras no Pinga Rato estão de vento em popa. 

RUA DE CIMA ESPERA O ASFALTO


CONTINUAMOS NA ESPERANÇA

Fiquei animado quando o Claudecir me deu a novidade de que já estava sendo providenciado o asfaltamento das crateras no asfalto da rua de cima. Segundo o meu amigo da comunicação, estava sendo reivindicado junto ao DER o justo pleito de revitalizar o asfalto principalmente na parte alta da cidade, em completo abandono. Em princípio me foi informado que a revitalização aconteceria em abril, mas não foi possível. Ficou para maio. Mas maio também está acabando e ainda não foi possível. Há mais ou menos uma semana, Claudecir havia me dito que havia sido negociado um acordo com o DER, que forneceria o insumo ( asfalto e material) e a prefeitura se encarregaria da mão de obra. Que o prefeito deveria assinar o convênio em breve. Espero que tenhamos notícias atualizadas a qualquer momento. 

OUVIDORIA NÃO OUVE

Uma cidadã Alvinopolense residente na rua de cima tentou contato com a Ouvidoria do Estado, que transferiu a responsabilidade para o município. . Não só não se responsabilizam por nada, como sugerem que o município se insurja e paralise o trânsito nas vias que considere sacrificadas pelo trânsito pesado.

"A Ouvidoria-Geral do Estado - OGE  recebeu, via internet, a Manifestação nº 95168, solicitando providências acerca de tráfego de veículos pesados que estaria ocorrendo em ruas do Município de Alvinópolis, em virtude de passagem de rodovia estadual dentro do município. A Ouvidoria de Fazenda, Patrimônio e Licitações Públicas - OFPLP , em 30/04/2015, requereu informações perante o Departamento de Transportes de Rodagem DER. De acordo com informações do gestor do DER, após consultas a Coordenadoria Regional da autarquia, sediada em Coronel Fabriciano, aos danos reclamados são em decorrência do tráfego de veículos pesados que ali transitam para fugir dos postos de pesagem existentes. Pelo fato de a demanda de V.Sa. se tratar de trechos urbanos o gestor do DER responsável pela resposta esclarece ser do Poder Executivo Municipal a autoridade competente para limitar o tráfego nos locais indicados por V.Sa. Em face do exposto, a OFPLP recomenda, portanto, que V.Sa. registre a demanda de V.Sa. na prefeitura do Município em referência. Esperando ter prestado as informações requeridas por V.Sa., a OGE agradece a manifestação, ora encerrada.

TAMBÉM JÁ TENTEI CONTATO COM O DER

Caros amigos. Parte da rodovia MG-123, de responsabilidade do DER, atravessa a área urbana de Alvinópolis, causando transtornos devido ao trânsito intenso de caminhões pesados. Segundo nos foi informado, o asfalto dentro dessa área urbana é de responsabilidade do DER.A Prefeitura diz que está em contato com o DER para a revitalização desse asfalto extremamente danificado. Esperamos que o DER faça a sua parte, já que utiliza parte das vias urbanas e deveria oferecer uma contrapartida de manutenção permanente. sem a necessidade da intervenção de deputados, prefeitos e cidadãos.

E O DER respondeu

Em resposta às manifestações encaminhada em 27/03/2015, apresentadas através da Ocorrência 1445/2015 e de mensagem de e-mail, referente sà rodovia MG 123, trecho Entrº BR 262  Rio Piracicaba / Alvinópolis / Dom Silvério, a 40ª Coordenadoria Regional deste Órgão, sediada em Coronel Fabriciano informou que, apesar de segmentos urbanos não pertencerem à rede conservada do Órgão,  tem executado operações tapa-buracos na via.

Esclareceu, ainda, que, está aguardando a liberação de recursos orçamentários pelo Governo do Estado, para executar esses serviços no perímetro urbano de Alvinópolis, o que deverá ocorrer durante o mês de abril.

E agora?

Foi uma resposta automática e institucional. Sabemos que essas questões se resolvem pelas vias políticas. Pela resposta do DER, eles não tem responsabilidade sobre as vias públicas. Só de tapar buracos. Mesmo assim, estão sem verbas. 

Em quem acreditar?

Eu acredito na boa fé do meu amigo Claudecir, que assim como eu, está doido pra dar uma excelente notícia para a comunidade e pra ver essa obra enfim saindo do papel. 

quinta-feira, 7 de maio de 2015

ESSA CASA É MUITO LINDA


UM DAS MAIS LINDAS EDIFICAÇÕES DA CIDADE

Fico imaginando o pedreiro, o artista que fez uma casa como essa. Hoje em dia um engenheiro faz uma obra quadradona, com revestimento de alguma pedra, bota umas janelas de vidro e tá tudo certo. Mas esse prédio é bonito demais. Todo talhado, cheio de arabescos artísticos, um luxo. Pena que está se deteriorando a cada dia. Será que o patrimônio histórico não pode fazer nada?


PINGA RATO JÁ ESTÁ EM OBRAS

Pelas informações que obtive, a diretoria e pessoas apaixonadas pelo clube já iniciaram as obras de recuperação da sede social. O assessor Claudecir Barbosa ficou de fotografar e nos enviar para divulgação. Isso é que é preservação do patrimônio histórico.

CASO DER CONTINUA RENDENDO

Pelas informações que obtivemos, essa novela vai se encerrar em breve. Parece que finalmente haverá um entendimento por parte da prefeitura e DER. O município entrando com a mão de obra e o DER com a matéria prima. Esperamos que a prefeitura cuide muito bem do acabamento, para que a obra dure por mais alguns bons anos. 

FESTIVAL DA CANÇÃO - O QUANTO ANTES SAIR A DIVULGAÇÃO, MELHOR...

Os participantes precisam se organizar. Por isso, o quanto antes sair a divulgação da premiação, data, prazos de inscrição, melhor para que o Festival tenha excelente nível. Quando será que a organização pretende divulgar e abrir as inscrições?

FESTA DA CHITA - 2015

Também requer certa antecedência, prevendo as atrações, etc. Também requer muita mobilização, negociação junto aos artesãos, para que volte a ter o mesmo brilho dos anos anteriores.

SEMANA CULTURAL

Ainda não saiu a divulgação. Considero importante no sentido de se tornar uma vitrine para o fazer artístico da cidade. Como ainda está no segundo ano, pode ir evoluindo de forma gradativa.

LIVRO DO BICHIRIM

O livro Verídico será lançado no dia 09, no belo prédio da Câmara Municipal, Não poderei estar presente, mas no lançamento em BH, com certeza marcarei presença.

ENCONTRO LITERÁRIO NA SELARIA

No bar quase museu, vai rolar mais um encontro literário. Adoro o Jucirlei e tudo que vem da selaria. O Clube do Martelo é uma ideia muito interessante. Por ele passaram muitas personalidades consagradas da nossa política. 

MARCINHO COMANDANDO A ALTERNATIVA FM

João Carlos de Souza Carvalho, o nosso Joãozinho de João de Vina, ou Gão para outros amigos, após uma trajetória de êxitos enquanto gestou, acaba de se aposentar no comando da Rádio Alternativa FM, que cresceu e muito sob o seu comando. José Santana, que não é bobo nem nada, o está substituindo pelo ex prefeito Marcinho, outro Alvinopolense craque em administração, aliás, que formou dupla com ele na Prefeitura de Alvinópolis. Marcinho, além de ótimo executivo, é um político nato...e que pode representar uma politização um pouco maior da rádio. Estive com o Marcinho na rádio. Uma coisa que falei pra ele é da importância da rádio ter uma presença mais forte na internet. Quanto ao João, em breve deve investir em alguma coisa. Quem gosta de trabalhar não aguenta ficar parado...

INVEJA DO FRIO

Nessa época do ano Alvipa fica linda. O friozinho é um castigo gostoso. A serração dá aquele charme, o sol incide de forma mais branda. Ô saudade que dá.